Saiba como precificar seus serviços a um preço competitivo agora mesmo

como precificar
3 minutos para ler

Em qualquer segmento, é fundamental saber como precificar produtos ou serviços. No entanto, na área de beleza, os preços se mostram determinantes para o sucesso de um profissional ou estabelecimento.

Afinal, existem diversos fatores que influenciam na precificação, como a qualidade dos produtos utilizados, a localização e o perfil dos clientes. Mas, se você ainda não sabe como precificar, continue lendo o post e aprenda agora mesmo!

Como precificar os serviços?

Para calcular o preço de um serviço, antes de tudo, é importante somar todos os preços fixos e variáveis. Os fixos são todos aqueles que não alteram de valor, ou seja, são independentes da quantidade de clientes que você atende no mês. É o caso do aluguel e salários, se for o caso, de alguns impostos, entre outros.

Já os custos variáveis são todos aqueles cujo valor varia de acordo com a quantidade de clientes. É o caso dos cosméticos e outros produtos usados, da água e energia elétrica, por exemplo.

Para saber como precificar, basta somar todos os seus custos com uma margem de lucro, que pode ser contabilizada de acordo com diversos fatores, que mencionaremos adiante. Assim:

Preço: custos (fixos e variáveis) + margem de lucro

Por que esse cálculo é importante?

Esse cálculo é fundamental, uma vez que ele leva em conta todos os gastos que você tem para trabalhar, acrescentando uma margem de lucro. Portanto, não terá prejuízos ao ofertar seus serviços.

Afinal, é muito comum as pessoas colocarem preços de maneira aleatória, de acordo com outro profissional ou empresa concorrente. No entanto, se você usa produtos com uma qualidade superior e tem uma localização mais privilegiada, é natural que seus custos sejam maiores — e isso precisa ser repassado aos seus clientes.

O que considerar ao colocar um preço?

Valor da hora

Muitas vezes, as pessoas cobram por um serviço sem pensar no quanto vai demorar para realizá-lo. No entanto, é importante calcular o preço também por hora para comparar e ver se realmente compensa.

Gastos com produtos

Como já dissemos, se você usa um produto de qualidade superior, deve repassar isso aos seus clientes. Porém, mais do que isso, é necessário avaliar também as quantidades usadas, as perdas e a depreciação dos materiais.

Concorrência

Mesmo que os seus concorrentes não devam ser um limitador no preço, é importante saber como precificar de maneira competitiva. Por isso, veja quais são os valores praticados na sua área e, principalmente, se existe uma grande oferta na sua localização. Se for o caso, considere atender em outro local que tenha mais escassez de profissionais e maior procura pelos seus serviços.

Experiência

Obviamente, se você está começando, deverá ter uma margem de lucro bem menor para atrair mais clientes. Com o tempo, pode ir ajustando o preço, conforme a sua agenda for ficando mais apertada e você conseguir fidelizar alguns atendimentos.

Agora que você já tem uma ideia de como precificar, é preciso entender também quando deve aumentar os preços. Assim, fique de olho nos seus competidores, acompanhe a variação de custos e saiba valorizar o seu trabalho.

Gostou de saber como precificar? Então, compartilhe o post nas redes sociais, para que mais pessoas possam conferir essas dicas!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-